A JetCO e Cold Jet estiveram presentes no Seminário Tecnologia e Competitividade nas Fundições, apresentando o sistema de limpeza através do jateamento com gelo seco.

O evento, realizado no auditório do SENAI-CETEF, em Itaúna – MG, contou com a participação de mais de 60 pessoas representando aproximadamente 23 empresas do setor de fundição .

No dia 06 de outubro de 2016 a ABIFA – Associação Brasileira de Fundição realizou no auditório do SENAI, em Itaúna / MG o Seminário Tecnologia e Competitividade nas Fundições. O evento contou com o patrocínio de quatro empresas do setor: Euromac, Inductotherm, Vtech e JetCO e apoio da escola SENAI – CETEF.

O Sr. Afonso Gonzaga, presidente da ABIFA, esteve presente na abertura do evento. Na oportunidade, ele discursou, afirmando que “há uma maior ambiência nos negócios em fundição, o mercado ainda não retomou 100%, mas está no caminho certo”. Gonzaga também enfatizou a importância do associativismo em momentos onde a economia brasileira se mostra muito frágil, e que são nestas situações que a união e a cooperação do setor de fundição se tornam ainda mais necessárias.

O SENAI-CETEF Itaúna e a FLEE Consult apresentaram um tema técnico ligado à inoculação de ferros fundidos. O entendimento dos mecanismos de nucleação das ligas fundidas é de fundamental importância para os profissionais que atuam no setor. Os tratamentos nas ligas líquidas para o refino de grão original dos aços, para os refinos de grão e do eutético nas ligas não ferrosas e para a garantia da solidificação estável com maior número de nódulos nos ferros fundidos nodulares, são exemplos. Os autores apresentaram um projeto de desenvolvimento futuro sobre o tema.

A Vtech apresentou uma visão mundial sobre a qualidade e metrologia óptica impactante nos centros industriais, de forma a impulsionar os processos e produtos com a tecnologia de dimensionamento óptico tridimensional presentes nos sistemas GOM, que têm cada vez mais se tornado padrão dentro de grandes empresas e centros de pesquisa e desenvolvimento.

A EUROMAC explorou os recursos tecnológicos disponíveis em seus equipamentos e apresentou as mais novas tecnologias aplicadas em sua linha de máquinas, tanto para areia resina como para a verde.

Estes recursos atendem desde as pequenas até as grandes fundições, tendo por objetivo aumentar a produtividade das empresas, reduzindo os custos de processos e elevando o nível de qualidade das peças, eliminando operações adicionais.

“Com mais de 50 anos de mercado e tecnologia própria, a sua linha de equipamentos é produzida no Brasil, cadastrada em todas as vertentes de financiamento disponíveis pelo governo.”

A Inductotherm chamou a atenção ao apresentar novas tecnologias, estudos e produtos para a otimização da produtividade, redução de custos e retomada da competividade diante do cenário atual do mercado de fundição brasileiro.

A empresa agradece a presença de todos e espera que se sintam motivados a pensar em inovação e tecnologia, com o objetivo de melhorar seus processos e obter ganhos operacionais.

Nesta palestra, foram demonstradas as inovações dos produtos e a automatização do sistema com a utilização de um robô denominado ARMS, para a realização de todas as tarefas operacionais na plataforma do forno.

Outro ponto abordado foi o gerenciamento do sistema de fusão, garantindo assim uma analise de consumo de energia; controle acompanhamento do processo de fusão como um todo, sempre com o objetivo de reduzir os custos no processo produtivo.

A Inductotherm está sempre à frente deste tema de inovação e tecnologia, constantemente melhorando seus produtos com uma grande confiabilidade.

A JetCO trouxe para o evento o sistema de jateamento com gelo seco, uma solução importante para a indústria de fundição na redução de tempos mortos associados à limpeza de moldes permanentes de alumínio, condutos de caixa de machos, peças fundidas semissólidas e máquinas de moldagem.

Os métodos típicos de limpeza manual requerem o resfriamento dos moldes, desmontagem, horas improdutivas dedicadas ao processo de modo manual ou com granalha, e sua posterior remontagem. Além disso, a maioria dos métodos de limpeza tradicional não é completamente eficaz, e, muitas vezes, danifica as peças ou equipamentos, desgasta os moldes, reduzindo a sua vida útil e trazendo problemas de saúde ocupacional.

O jateamento com gelo seco, ou limpeza criogênica, oferece uma redução considerável dos tempos de limpeza (até 60%), além de favorecer uma redução expressiva dos danos causados aos equipamentos e consequente eliminação de resíduos secundários. Por tratar-se de um método não abrasivo, não condutivo e de limpeza “in loco” das peças, incluindo as de acabamento, o processo resulta em uma atividade segura e fácil, já empregada pela maioria das fundições em todo o mundo e pelas principais empresas do setor no Brasil.

Samuel Gomes Mariano, gerente regional da ABIFA Minas Gerais, fez uma apresentação da entidade e de suas ações, visando fomentar o desenvolvimento do setor de fundição. Mostrou, ainda, a importância da Associação e a representatividade de suas atividades no âmbito regional e nacional; também foram apresentados os dados estatísticos do setor de fundição brasileiro, fazendo um comparativo dos últimos anos.

Na avaliação da organização e de alguns participantes que manifestaram sua opinião ao final, o evento foi muito positivo, pois trouxe para a região o que há de mais atual em tecnologia dos sistemas apresentados. Pode-se perceber que é possível melhorar a competitividade de uma empresa de dentro para fora, implementando melhorias em seus processos.

A equipe idealizadora agradece a todos pela organização e patrocínio, e aos participantes, pela ilustre presença. Espera-se que sejam realizados mais eventos na região.

 

A equipe

Palestra sobre o sistema de limpeza técnica industrial através do Jateamento com Gelo Seco no seminário de inovação em fundição da ABIFA em Itaúna/MG em Outubro de 2016